Perspectiva da situação humanitária no Iêmen para 2013 continua precária

Ouvir /

ONU destaca pobreza extrema, volatilidade do preço dos alimentos e aumento do custo de vida como desafios para o ano; necessários mais de US$ 700 milhões para projetos do Ocha.

Deslocados internos no Iêmen

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Segundo o Escritório da ONU para Assistência Humanitária, Ocha, o Iêmen está atravessando um momento de oportunidades, com a assinatura do programa de governo para estabilização e desenvolvimento, válido para o período 2012-2014.

O Ocha também destaca que, nos últimos meses, um grande número de deslocados internos estão retornando para Abyan. Mas apesar da maior estabilidade, a perspectiva para a situação humanitária este ano e nos próximos continua precária.

Água e Saneamento

A pobreza extrema, a volatilidade do preço dos alimentos e das commodities e o aumento no custo de vida deverão afetar milhões de iemenitas. A previsão do Ocha leva em conta ainda os conflitos locais e capacidade limitada de serviços sociais básicos.

De acordo com o escritório da ONU, metade dos 24 milhões de civis não têm acesso à água potável e saneamento, 10 milhões não têm comida suficiente e falta acesso a serviços de saúde para 6 milhões.

Mais de 400 mil pessoas continuam deslocadas internas no país, que enfrentou uma série de protestos na conhecida Primavera Árabe, há dois anos.

Crianças

O Ocha alerta para as prioridades do Plano de Resposta Humanitária 2013 para o Iêmen, que inclui prevenção e resposta às múltiplas violações dos direitos humanos e da lei humanitária.

Segundo o escritório, 174 crianças foram assassinadas ou mutiladas, no ano passado, incluindo vítimas de minas. Mais de 1 milhão de menores sofrem de desnutrição aguda e mais de 150 mil podem morrer se não receberem assistência imediata.

Fundo

O plano de resposta humanitária do Ocha deverá atingir um terço da população do Iêmen por meio de várias atividades de emergência. São necessários US$ 716 milhões, mais de R$ 1,4 bilhão, um aumento de 22% em relação ao valor pedido no ano passado.

O Ocha destaca que não pode haver uma transição política sustentável no Iêmen sem o total apoio ao plano humanitário, que deverá contribuir em grande medida para tornar o processo irreversível.

 

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 01 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 01 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031