Mortes por sarampo caem mais de 70% entre 2000 e 2011, diz OMS

Ouvir /

Organização Mundial da Saúde alerta sobre situação nas Américas, que após ter eliminado a doença em 2002, registrou novos casos de sarampo em algumas áreas.

A OMS afirma que cada criança deve tomar duas doses da vacina.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, informou que o número de mortes por sarampo baixou 71% entre 2000 e 2011.

O total de óbitos em todo o mundo é agora de 158 mil contra 542 mil há mais de 12 anos. Já a incidência de novos casos também diminuiu mais que pela metade.

Pacífico

Os dados foram divulgados, nesta quinta-feira, pela OMS, que participa da Iniciativa Sarampo e Rubéola. A agência da ONU fez um alerta sobre a situação da doença nas Américas, onde o sarampo já havia sido eliminado em 2002.

Mas novos casos estão ameaçando os ganhos. A OMS também está trabalhando com governos da região do oeste do Pacífico para eliminar surtos de sarampo.

A recomendação é que cada criança tome duas doses da vacina.

Segunda Dose

Os índices de vacinação, aliás, subiram de 72% em 2000 para 84% em 2011. Atualmente 141 países oferecem a segunda dose.

Com a ajuda da Iniciativa Sarampo e Rubéola, mais de 1 bilhão de crianças receberam a imunização. Somente em 2011, foram 225 milhões.

Mas em pelo menos cinco países, 20 milhões de menores ficaram fora das campanhas de prevenção como na República Democrática do Congo, na Etiópia, na Índia, na Nigéria e no Paquistão.

Já nos países de língua portuguesa, Angola foi o que mais registrou casos de sarampo com 1449 notificações em 2011, seguida do Timor-Leste com 763. Portugal teve dois casos e o Brasil 43.

Estratégia

A OMS foi notificada de surtos de sarampo não só nestes países, mas também na França, na Itália e na Espanha. Juntas, as três nações europeias registraram mais de 24 mil casos da doença.

No ano passado, a agência da ONU lançou o Novo Plano Global para combater a rubéola e o sarampo, usando a mesma estratégia de uma vacina combinada.

A iniciativa é apoiada pela Cruz Vermelha dos Estados Unidos, o Unicef a Fundação das Nações Unidas. O objetivo do plano é reduzir as mortes por sarampo em até 95% até 2015; e eliminar o sarampo e a rubéola em pelo menos seis regiões da OMS até 2020.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930