Missão militar da ONU poderá investigar morte de soldados indianos

Ouvir /

Índia acusa Paquistão de matar dois militares durante confronto ocorrido na terça-feira; Nações Unidas apelam aos dois países a respeitarem cessar-fogo.

Soldados da Unmogip. Foto: ONU/Evan Schneider

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Grupo Militar de Observação das Nações Unidas na Índia e no Paquistão, Unmogip, recebeu uma reclamação oficial do exército paquistanês, acusado de matar dois soldados indianos na terça-feira.

Agências de notícias destacam que a Índia está acusando o Paquistão de ter assassinado os militares durante confrontos na Linha de Controle da Caxemira. A região é disputada pelos dois países há mais de 60 anos, mas um cessar-fogo está sendo respeitado desde 2003.

Situação

O Paquistão rejeita as alegações de que teria atirado contra a fronteira e matado os soldados indianos durante o conflito, considerado pelo exército da Índia como "um ataque bárbaro".

Em Nova York, o porta-voz do Secretário-Geral explicou que a Unmogip poderá investigar o caso.

Apelo 

Segundo Martin Nesirky, a missão da ONU poderá conduzir uma investigação, assim que possível, e que esteja de acordo com o seu mandato para a região.

O porta-voz disse também que a Unmogip está ciente de que as forças armadas da Índia e do Paquistão estão em contato e apela aos dois países que respeitem o cessar-fogo e diminuam as tensões por meio do diálogo.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031