Brasileiro é um dos candidatos a diretor-geral da OMC

Ouvir /

Embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo foi indicado pelo governo do Brasil; ele concorre com outros oito nomeados e eleição será feita até o final de maio.

Roberto Carvalho de Azevêdo. Foto: OMC

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O governo do Brasil nomeou o embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo como candidato ao cargo de diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, OMC.

O diplomata concorre com outros oito candidatos e o escolhido vai substituir o atual líder da agência, Pascal Lamy, que fica no cargo até 31 de agosto. O processo de seleção será concluído no fim de maio, quando o Conselho Geral da OMC anunciar quem foi escolhido como novo diretor-geral.

Representações

Roberto Carvalho de Azevêdo é representante permanente do Brasil em várias organizações internacionais com sede em Genebra, incluindo a OMC. Ele é também embaixador da Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad e da União Internacional das Telecomunicações, UIT.

A carreira do diplomata começou em 1984, com foco em economia internacional, políticas de comércio, disputas e também participou como negociador-chefe do Brasil na Rodada Doha.

Outros Candidatos

O embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo disputa o cargo de diretor-geral da OMC com candidatos do Gana, Costa Rica, Indonésia, Nova Zelândia, Quênia, Jordânia, México e Coreia do Sul. Entre os nove concorrentes, três são mulheres.

A Organização Mundial do Comércio é a única organização global que lida com as regras de comércio entre nações. A meta da OMC é ajudar produtores de bens e serviços, exportadores e importadores a conduzir seus negócios.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 22 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 22 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031