União Africana diz que Brasil pode ajudar a combater LRA

Ouvir /

Grupo rebelde, surgido nos anos 80 em Uganda, é acusado de violações dos direitos humanos; apelo partiu do líder do setor de Contra Terrorismo da União Africana, Joaquim Madeira, que também quer auxílio do Japão e da Índia.

Francisco Madeira

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.*

A União Africana quer a ajuda do Brasil para acabar com o grupo armado Exército de Resistência do Senhor, acusado de cometer violações dos direitos humanos em vários países da África.

O chefe do setor da área de Contra Terrorismo da União Africana, Francisco Madeira, disse em entrevista à Rádio ONU, de Maputo, que o Brasil tem "feito muito em vários países africanos." Segundo Madeira, Japão e Índia são outros países que podem se juntar ao Brasil no esforço.

Lusófonos

Como exemplo, Madeira citou a atuação brasileira no processo de consolidação da paz na Guiné-Bissau, um outro país de língua portuguesa no oeste da África. Ele apelou ao governo do Brasil que manifeste, mais uma vez, o que chamou de "ação dinâmica na arena internacional", apoiando o Fórum de combate ao LRA.

"O Brasil tem grande interesse na promoção dos direitos do homem, no progresso e na democracia. Esta é uma importante oportunidade que o Brasil tem de, mais uma vez, manifestar sua ação e seu apoio."

Fórum

A União Africana e a ONU vão promover no primeiro semestre de 2013 um Fórum para criar uma estratégia de combate ao Exército de Resistência do Senhor. O encontro deve ocorrer na sede das Nações Unidas.

Francisco Madeira disse que a ação mistura operação militar e humanitária e o objetivo é eliminar o LRA.

Combate

O chefe de Contra Terrosimo da União Africana afirmou que o problema com o LRA são as violações dos direitos humanos.

"O problema do LRA é um problema de direitos humanos. Um problema de violação maciça de direitos humanos. Talvez de crimes invisíveis como rapto, violação sexual, transformação de jovens em crianças soldado, transformação de jovens mulheres em escravas sexuais e atrocidades. Coisas inadmissíveis e portanto, temos que pôr um fim a isto."

O Exército de Resistência do Senhor foi criado nos anos 80, em Uganda. Desde 2002, o grupo passou a agir em países vizinhos, como a República Democrática do Congo, a República Central Africana e o Sudão do Sul.

*Apresentação: Edgard Júnior.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031