ONU pede contenção máxima ao Sudão do Sul, após protestos violentos

Ouvir /

Missão das Nações Unidas no país confirma nove mortes em incidentes que envolveram manifestantes e a polícia; missão diz que está a investigar uso da força.

Integrantes da Missão da ONU no Sudão do Sul

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

As Nações Unidas pediram ao Sudão do Sul que exerça contenção máxima,  após a morte de nove civis e o ferimento de vários outros em incidentes que envolveram manifestantes e a polícia  no último fim de semana.

Em comunicado, emitido esta quinta-feira, a Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, refere que os confrontos ocorreram na cidade de Wau, capital do estado oriental de Bahr El Ghazal.

Protestos

Agências noticiosas indicam que os protestos seguiram-se ao anúncio de transferência de funcionários do governo local.  Em reação, os moradores teriam barrado estradas, no que levou ao envio do exército para aliviar o bloqueio.

A missão diz que está a investigar o uso da força e outros relatos de violência "com vista a apurar os fatos."

Preocupação

A Unmiss diz que o recente aumento de tensões, os episódios de violência e os ataques à propriedade são de grande preocupação."

Na terça-feira, o parlamento sul-sudanês criou uma comissão  para investigar os incidentes e dar recomendações para facilitar a instauração de um inquérito judicial, refere a Unmiss.

A missão exorta as autoridades a tomar medidas imediatas para evitar uma escalada de violência e a procurar os responsáveis, caso tenha sido usada força desproporcional durante as manifestações.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 19 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 19 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930