ONU encerra trabalhos da missão de paz no Timor-Leste

Ouvir /

Despedida ocorreu neste 31 de dezembro; segundo chefe da Unmit, Finn-Reske Nielsen, a liderança do país e os timorenses "demonstraram coragem"  ao resolver os desafios da jovem nação.

Foto: Unmit

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O mandato da Missão Integrada das Nações Unidas em Timor-Leste, Unmit, terminou, oficialmente, nesta segunda-feira, em Díli, com uma cerimônia de despedida, na qual foi arriada a bandeira azul da ONU, que estava hasteada sobre a sede.

A saída da missão foi acordada com a liderança timorense, e ocorreu no ano em que o país comemorou 10 anos da restauração de sua independência. Ainda este ano, o Timor-Leste elegeu um novo parlamento e um novo presidente. Na cerimônia de despedida, o chefe da Unmit, Finn-Reske Nielsen, ressaltou a "forma corajosa" com a qual os líderes do país e os timorenses resolveram os desafios da jovem nação.

Relatório

O fim da missão foi debatido após um relatório do Secretário-Geral ao Conselho de Segurança no qual Ban Ki-moon elogiou o rumo tomado pelos timorenses na direção da consolidação da paz e da democracia.

Uma ex-colônia portuguesa, o Timor-Leste, no sudeste da Ásia, foi anexado pela vizinha Indonésia em meados dos anos 70.

As Nações Unidas devem continuar a cooperação com o país através de suas agências e fundos como o Unicef e o Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 20 DE NOVEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 20 DE NOVEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930