Novo portal do Pnuma destaca importância do carbono azul

Ouvir /

Site é dedicado ao papel dos ecossistemas costeiros no combate à mudança climática; manguezais, algas marinhas e pântanos conseguem capturar carbono da atmosfera.

Foto: Pnuma

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Ecossistemas marinhos, como manguezais, algas marinhas e pântanos de água salgada, conseguem capturar e armazenar uma quantidade siginificativa de carbono da atmosfera.

Mas segundo o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, o potencial desses habitats de "carbono azul" é muitas vezes negligenciado, apesar de serem fontes importantes de combate às mudanças do clima.

Destruição

O Pnuma alerta para a degradação em níveis alarmantes desses ecossistemas, citando que mais da metade dos manguezais do mundo desapareceram, enquanto houve redução de 30% dos campos de algas marinhas nos últimos 100 anos.

Para garantir que esses ecossistemas continuem a sequestrar e armazenar carbono, e ampliar o entendimento sobre esses habitats, o Pnuma lançou o "Portal Carbono Azul".

Plataforma

O site, em inglês, é o mais abrangente no mundo com informações sobre todos os assuntos relacionados ao carbono azul. Segundo o Pnuma, o objetivo é fornecer uma plataforma dinâmica de discussões, divulgar iniciativas mundiais e criar uma rede de trabalho para projetos, ideias e recursos.

O portal traz notícias sobre o carbono azul; um mapa global ilustrando onde estão projetos na área; informações sobre publicações e vídeos e um calendário de eventos.

O Pnuma afirma ainda que os ecossistemas de carbono azul tem um papel crítico nas economias locais, já que fornecem às comunidades costeiras viveiros para pesca, proteção de margens, apoio ao turismo e conservação da biodiversidade marinha.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031