FAO: produção de cereais na AL cresceu, mas exportações foram menores

Ouvir /

Exportações de alimentos da América Latina diminuíram 2,7% no segundo semestre do ano; foram produzidas 209 milhões de toneladas de cereais.

Bons resultados na colheita de cereais. Foto: FAO

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, a exportação agrícola e de alimentos da América Latina foi 2,7% menor no segundo semestre, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Por conta da seca nas plantações de milho na Europa e Estados Unidos, a estimativa é de que a produção mundial de cereais feche o ano com uma queda de 2,6%, na comparação com 2011.

Trigo e Arroz

Mas na América Latina e Caribe, é esperada uma expansão na produção de cereais, que deve alcançar 209 milhões de toneladas. O aumento foi impulsionado pelas boas colheitas na América do Sul, que produz 80% dos cereais da região.

O destaque vai para a produção de milho, principalmente pelo aumento das plantações no Brasil e condições climáticas favoráveis. Só a produção de trigo deve ter um aumento de 12% neste ano, mas é esperada uma redução de 2 milhões de toneladas de arroz.

A FAO afirma que 49 milhões de latino-americanos estão desnutridos, sem acesso ao mínimo necessário de comida para levar uma vida sadia. A maioria dos afetados está no Haiti e na Guatemala.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 19 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 19 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031