Enviado especial da ONU propõe governo de transição na Síria

Ouvir /

Lakhdar Brahimi pede aos envolvidos no conflito que concordem com o plano; ele deve viajar a Moscou neste fim de semana.

Lakhdar Brahimi

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O enviado especial das Nações Unidas e da Liga Árabe para a Síria renovou nesta quinta-feira a proposta da criação de um governo de transição no país. Lakhdar Brahimi falou com jornalistas na capital síria, Damasco.

Brahimi sugeriu que seja estabelecido um governo com plenos poderes executivos, assumindo o poder durante o período de transição, que deve durar até a realização de eleições.

Ajuda 

O enviado especial apelou aos lados envolvidos no conflito, governo e oposição, para que concordem com o plano. Uma proposta similar havia sido feita há seis meses, durante um encontro de alto nível em Genebra.

Segundo Brahimi, a comunidade internacional precisa ajudar os sírios a aproximar seus pontos de vista. A crise no país já dura 21 meses e até o momento, a ONU estima que pelo menos 25 mil pessoas morreram e meio milhão estão refugiadas em países vizinhos.

Rússia

O enviado especial deve chegar neste sábado a Moscou, como parte dos esforços pelo retorno da paz na Síria. A Rússia e a China foram os países que já vetaram resoluções do Conselho de Segurança que previam sanções ao governo de Bashar al-Assad.

Na segunda-feira, Brahimi encontrou-se com o presidente sírio na capital do país.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031