Chefe de agência da ONU visita refugiados da violência na Síria

Ouvir /

Filippo Grandi se encontra com palestinos e funcionários da organização afetados pelo conflito.

Filippo Grandi

Daniela Kresch, da Rádio ONU, em Tel Aviv.

Filippo Grandi, o comissário-geral da Agência das Nações Unidas de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa, visitou nesta terça-feira as instalações da agência na Síria.

Apesar do conflito que abala o país há quase dois anos, os 3,7 mil funcionários da Unrwa continuam a oferecer serviços de educação, saúde e assistência social a mais de 500 mil refugiados palestinos.

Impactos

Grandi visitou o campo de refugiados de Yarmouk, nos arredores de Damasco, onde ouviu relatos de jovens palestinos sobre os impactos do conflito na comunidade.

Muitos deles pediram que a comunidade internacional se engaje mais nos esforços para acabar com os confrontos entre governo e oposição na Síria.

Grandi, por sua vez, apelou para que os refugiados "mantenham a neutralidade" e continuem a "ajudar a comunidade e apoiar as famílias em necessidade".

Risco

O comissário-geral também esteve em escolas que continuam a funcionar e um colégio que se transformou em refúgio para desabrigados que perderam suas casas em meio ao conflito.

Filippo Grandi também fez questão de conversar com os funcionários da Unrwa, que muitas vezes correm risco de vida e são afetados economicamente, já que vivem em meio ao resto da população das áreas afetadas pelo conflito na Síria.

Ele se encontrou com parentes dos cinco funcionários da Unrwa que morreram no conflito, até o momento, e assegurou que a ONU vai continuar a apelar ao governo sírio e à oposição que evitem os confrontos em áreas civis.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031