No Qatar, COP 18 arranca com apelo para resposta global às alterações climáticas

Ouvir /

Nações Unidas apontam para a urgência de agir para evitar que a temperatura média global suba além do nível 2°C; Qatar assume presidência da sessão a decorrer até 7 de Dezembro.

Christiana Figueres, secretária executiva da Convenção. UN Foto/UNFCCC/Jan Golinski

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Cimeira das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, COP18, arrancou esta segunda-feira na cidade de Doha, no Qatar.

Os governos foram chamados a avançar na resposta global às alterações pelo presidente da sessão da Conferência das Partes da Convenção-Quadro, Abdullah bin Hamad Al-Attiyah. O também dirigente da Autoridade de Controlo de Gestão e Transparência do país asiático foi eleito para liderar a sessão, que decorre até 7 de Dezembro.

Urgência

A secretária executiva da Convenção, Christiana Figueres, disse que uma série de relatórios publicados por agências da ONU, apontam para a urgência de agir para evitar que a temperatura média global suba além do nível 2°C, como foi acordado a nível global.

Os objetivos da reunião incluem, entre outros, assegurar a continuidade do Protocolo de Quioto, com vista a decidir o cumprimento da segunda fase do compromisso a partir de 1 de Janeiro de 2013.

Demanda

A aposta de organizadores é garantir que as sessões sejam amigas do ambiente para os cerca de 17 mil delegados de todo o mundo. O evento será marcado pela implementação do Programa PaperSmart da ONU, que significa a impressão de papel sob demanda.

Além de fornecer cópias digitais do material do evento aos participantes, para a impressão documentos de que necessitam, foram também planeadas medidas com vista a reduzir a poluição causada pelo tráfego rodoviário.

Atrações

Uma frota de autocarros vai levar participantes dos locais de hospedagem para o Centro nacional de Convenções do Qatar, o Centro de Exposições de Doha e algumas das atrações de topo turísticas na cidade.

A organização prevê que 100 unidades sejam executadas em combustíveis GTL, derivados do gás natural e do carvão livres de enxofre e partículas poluentes. Vários outros serão híbridos ou movidos a gás natural comprimido.

Expo Sustentabilidade

Como parte do esforço do Qatar para deixar um legado verde, será realizada a Expo Sustentabilidade para destacar projetos de tecnologia verde de empresas locais e internacionais.

Os organizadores da conferência declararam que toda a COP18 será neutra em carbono e que as emissões serão compensadas por eventos de investimento que preveem a redução ou absorção de carbono.

O Qatar é um dos 10 integrantes da lista dos países costeiros mais afetados pelo aumento dos níveis dos oceanos.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031