Nações Unidas condenam ataque a bomba contra ônibus em Tel Aviv

Ouvir /

Segundo agências de notícias, atentado feriu 10 pessoas, duas em estado grave;  em nota, Secretário-Geral disse que não há "justificativas para ataques a civis."

Ban Ki-moon

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU afirmou que está chocado com um atentado a bomba contra um ônibus de passageiros em Tel Aviv, capital de Israel, nesta quarta-feira.

Segundo agências de notícias, pelo menos 10 pessoas ficaram feridas, três em estado grave, com a explosão no centro da cidade.

Solidariedade

Em nota, Ban Ki-moon condenou com veemência o que chamou de um ataque terrorista, e disse que que não há circunstâncias que justifiquem agressões contra civis. Ele prestou solidariedade aos feridos na explosão.

O ataque ocorre no sétimo dia do início de uma nova onda de violência entre o movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, e tropas de Israel. Os confrontos já mataram mais de 130 palestinos e pelo menos seis israelenses.

Operações Aéreas

Nesta quarta-feira, o Programa Mundial de Alimentos, PMA, anunciou a distribuição de comida a 350 famílias em Gaza que tiveram suas casas destruídas pelas operações aéreas de Israel. O governo israelense informou que dezenas de foguetes continuam sendo lançados de Gaza contra alvos no sul do país.

A Organização Mundial da Saúde disse que a estrutura de atendimento hospitalar aos feridos está sendo pressionada pelos combates. A agência pediu US$ 10 milhões, equivalentes a R$ 20 milhões, para comprar material médico de socorro às vítimas.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930