Na ONU, Brasil defende renovação do Conselho de Segurança

Ouvir /

Assembleia Geral analisou nesta quinta-feira o relatório anual sobre o órgão; embaixadora Viotti pede nova fase de negociações.

Maria Luiza Ribeiro Viotti

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 Os países-membros da ONU debateram nesta quinta-feira o relatório anual sobre o trabalho do Conselho de Segurança. Foram levantadas sugestões para que o órgão seja mais representativo, democrático e transparente.

Na reunião, na Assembleia Geral, o Brasil defendeu que apenas com "uma reforma real na estrutura", o Conselho estará melhor representado, seguindo as realidades políticas atuais.

Processo

A embaixadora brasileira na ONU, Maria Luiza Ribeiro Viotti, ressaltou em Nova York a necessidade de uma nova fase de debates.

Viotti afirmou que a "nova fase" deveria ser orientada em resultados e por negociações reais e substantivas. Para a embaixadora do Brasil, "um documento de negociação conciso é essencial" para começar o processo de reforma.

Mais Membros

A representante brasileira notou ainda que o relatório sobre o trabalho do Conselho de Segurança destaca esforços para aumentar a transparência do órgão. O Brasil também apoia a expansão no total de membros do Conselho, atualmente formado por 15 países, e a melhora dos seus métodos de trabalho.

O relatório avaliou reuniões, declarações e resoluções aprovadas pelo Conselho de Segurança entre agosto de 2011 e julho deste ano.

 

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031