Cerimônia lembra trabalhadores da ONU mortos em serviço

Ouvir /

Entre novembro de 2011 e agosto deste ano, a organização perdeu 29 pessoas incluindo 21 na África; lista de nomes começou com o do soldado brasileiro Diego Mendes dos Santos, que faleceu no Haiti após cair de um caminhão.

Foto: UN Photo/Eskinder Debebe

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas fizeram uma cerimônia nesta quarta-feira para lembrar 29  funcionários da organização que morreram em serviço entre 2011 e 2012.

No evento, realizado na sede em Nova York, a ONU lembrou os cidadãos  de 16 países, mortos entre novembro de 2011 e agosto deste ano.

Soldado Brasileiro

A lista dos nomes foi aberta com o do soldado brasileiro, que perdeu a vida após um acidente com um caminhão no Haiti, em dezembro passado.

O soldado atuava na Minustah e morreu após bater com a cabeça ao se desequilibrar de cima de uma caminhão. A África foi o continente com o maior número de perdas de vidas para a ONU. Foram 21 pessoas.

As causas de morte incluem ataques, desastres naturais, acidentes de trabalho e situações de emergência. Discursando na cerimônia, o Secretário-Geral, Ban Ki-moon, disse haver necessidade de mais concentração.

Ban falou sobre a questão da segurança e apelou aos governos para que mantenham a responsabilidade de proteger os funcionários e levar à Justiça os responsáveis por ataques contra o pessoal das Nações Unidas em todo o mundo.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031