Brasil diz que Casa da ONU é símbolo da parceria do país com a organização

Ouvir /

Inauguração, na manhã desta quarta-feira em Brasília, contou com o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, o governador em exercício do Distrito Federal, Nelson Tadeu Filipelli e o coordenador residente da ONU no Brasil, Jorge Chediek, entre outros. 

Foto: Valéria Schilling / UNIC Rio

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York. *

A Casa da ONU no Brasil foi inaugurada nesta quarta-feira, em Brasília, numa cerimônia que contou com a presença do ministro das Relações Exteriores brasileiro, Antônio Patriota, do governador em exercício do Distrito Federal, Nelson Tadeu Filipelli e do coordenador residente da ONU no Brasil, Jorge Chediek, e outras autoridades.

Ban Ki-moon

O evento foi aberto com uma mensagem de vídeo do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, que disse que o mundo "vive em uma era de transição. E os desafios estão interligados." Segundo o Secretário-Geral, “pobreza, degradação ambiental e ameaças à segurança devem ser abordadas de forma abrangente”.

Ban espera que à medida em que as agências trabalhem no mesmo local, possam também avançar juntas em direção aos objetivos comuns de desenvolvimento, no Brasil e em todo o mundo.

Relações

O coordenador residente do Sistema das Nações Unidas no Brasil, Jorge Chediek, disse que a Casa Brasil pertence a todas as nações e espera que sirva para fortalecer a ponte entre o Brasil e o resto do mundo.

"Esta ponte é o caminho que tem sido traçado por muitos brasileiros e brasileiras que lutam por um mundo mais justo e mais digno. Desta forma gostaríamos aqui, aproveitar esta inauguração, para render tributo a alguns deles. Para começar, pelo nome do complexo: Sérgio Vieira de Mello."

Parceria

O ministro Patriota falou da importância da parceria entre a ONU e o Brasil.

"Esta Casa que tenho a honra de inaugurar, é o símbolo da parceria Brasil-ONU que se mantém e se aprofunda e a escolha do nome do complexo não podería representar melhor essa parceria: Sérgio Vieira de Mello. Um brasileiro que dedicou sua vida às Nações Unidas e a construção da paz".

Sonho

O diretor do Centro de Informação da ONU no Brasil, Unic-Rio, Giancarlo Summa, falou sobre o sonho da organização em construir a Casa no Brasil.

"Era um sonho antigo para as Nações Unidas ter uma casa comum, uma Casa da ONU em Brasília. O Brasil, um dos fundadores da ONU, um país engajado desde sempre, um multilateralismo, um país que muito contribuiu e continua contribuindo à organização. E, então, ter uma Casa da ONU em Brasília tem dois valores: um valor operacional e um valor simbólico grande."

Vieira de Mello

A Casa da ONU, chamada de Complexo Sérgio Vieira de Mello, é uma homenagem ao brasileiro, que durante seus 34 anos de trabalho nas Nações Unidas, chegou ao cargo de alto comissário de Direitos Humanos em 2002. Em 2003, foi nomeado representante especial do Secretário-Geral para o Iraque, onde morreu num atentado terrorista em agosto do mesmo ano.

Ban Ki-moon disse que a vida de Sérgio simbolizou plenamente o que as Nações Unidas representam, e como um único indivíduo pode fazer a diferença para as pessoas de todo o mundo.

* Com reportagem de Valeria Schilling do Unic-Rio.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 26 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 26 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031