Aung San Suu Kyi é nomeada defensora para Discriminação Zero da Aids

Ouvir /

Prêmio Nobel da Paz e integrante do Parlamento de Mianmar vai promover o fim do estigma sobre o HIV; ela aceitou o convite feito pelo Unaids.

Aung San Suu Kyi e Michel Sidibé

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 O Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids, Unaids, nomeou a Prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, como Defensora Global para Discriminação Zero.

Na nova função, a integrante do Parlamento de Mianmar vai conscientizar cidadãos em todo o mundo sobre a importância de eliminar o estigma sobre o vírus.

Voz

Aung San Suu Kyi aceitou o convite recentemente, ao receber em sua residência o diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibé.

Durante o encontro em Naypyidaw, capital de Mianmar, a antiga Birmânia, ela disse estar honrada por ter sido escolhida "como uma campeã para pessoas que lutam diariamente para manter a dignidade e os direitos humanos básicos".

Suu Kyi afirmou ainda que "gostaria de ser uma voz para aqueles que não tem voz". Segundo o Unaids, ela foi escolhida por estar publicamente envolvida com pessoas vivendo com HIV e ser uma grande apoiadora do movimento contra a Aids.

Teste

A representante do Parlamento de Mianmar afirmou que no país, mais de 40 mil pessoas com o vírus recebem tratamento. Ela ressaltou a importância de prevenir novas infecções e em caso de suspeita, que as pessoas façam o teste de HIV o quanto antes.

O diretor do programa, Michel Sidibé, afirmou que Suu Kyi é "inspiradora" e espera que o exemplo dela "estimule líderes comunitários em todo o mundo a lutarem contra o estigma e a discriminação".

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 26 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 26 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031