Alemanha concede 1 milhão de euros para produção de genéricos em África

Ouvir /

De acordo com a Unido, pretende-se acelerar a implementação do Plano de Fabricação de Produtos Farmacêuticos para a África; Moçambique deve beneficiar da iniciativa em fase posterior.

Sede da Organização da ONU para o Desenvolvimento Industrial

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização da ONU para o Desenvolvimento Industrial, Unido, anunciou ter recebido um financiamento de 1 milhão de euros para apoiar um projeto de produção de medicamentos genéricos essenciais para África.

O Gana e o Quénia estão entre os primeiros beneficiários do montante, doado pelo Governo da Alemanha. A iniciativa arranca em Janeiro de 2013.

Futuro

Numa fase posterior, o número de países será alargado e terá Moçambique como um dos beneficiários ao lado de países como a Nigéria, a Tanzânia, o Uganda e o Zimbabué.

De acordo com a agência, o objetivo é acelerar a implementação do Plano de Fabricação de Produtos Farmacêuticos para a África, que envolve a entidade da ONU e a União Africana.

Qualidade

Para o diretor-geral da Unido, Kandeh Yumkella, potenciar fabricantes locais pode garantir uma fonte de medicamentos de qualidade, especialmente para os mais pobres.

Segundo defendeu, a produção local certificada é também uma forma de combater a falsificação de fármacos, que põe em risco vidas humanas.

Considerado o maior doador para a iniciativa, a Alemanha já libertou mais de 80 milhões de euros para desenvolver a indústria farmacêutica e fomentar a produção de medicamentos essenciais no continente, desde 2006.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031