OMS e Portugal tentam controlar surto de dengue na Madeira

Ouvir /

Cerca de 20 casos foram confirmados, mas autoridades de saúde estimam que mais de 190 pessoas podem ter sido afetadas.

Foto: Site Oficial da Ilha da Madeira

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde e o Governo de Portugal estão tentando controlar um surto de dengue que afeta a Ilha da Madeira.

Até a semana passada, havia cerca de 20 casos confirmados da doença. Mas as autoridades do arquipélago temem que mais de 190 pessoas já tenham sido afetadas.

Dores

A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypt, infectado por um dos quatro vírus da doença. Os sintomas, que podem surgir entre três dias e até duas semanas, são febre, fortes dores no corpo, enjoos e dores nos olhos e nos músculos.

As autoridades de saúde portuguesas implementaram medidas de controle para reduzir o risco de transmissão, e evitar que a doença se espalhe para fora da ilha.

A OMS e os portugueses estão controlando instalações portuárias e fumegando zonas que podem ser usadas como criadouro para o mosquito.

Viagens

Os moradores da Madeira também foram aconselhados a tomar medidas de prevenção durante o dia para reduzir a possibilidade de picada do mosquito, em caso de viagens a áreas afetadas pela doença.

A OMS pediu ainda que os viajantes diagnosticados com a dengue notifiquem os casos, imediatamente, aos serviços de saúde e controle.

A agência não emitiu nenhuma restrição de viagem ou comércio com o arquipélago da Madeira.

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031