Japão pode ajudar África a desenvolver-se em seis áreas-chave

Ouvir /

A Comissão Económica das Nações Unidas para África, ECA, delineou um plano de investimentos e assistência que pode beneficiar Japão e África; uma das áreas é reforçar a boa governação no continente.

Foto: World Bank

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Japão pode ajudar o continente africano e sair beneficiado. A ideia foi lançada pelo secretário executivo da Comissão Económica das Nações Unidas para África, ECA, Abdouile Janneh.

O responsável apresentou um plano que envolve seis áreas de ação onde o Japão pode investir e sair beneficiado. A primeira está relacionada com a boa governação.

Política saudável

Abdouile Janneh sugere que o investimento japonês passe por apoiar iniciativas que visem reduzir a corrupção no continente de forma a criar um ambiente propício para as companhias investirem em África.

Um dos temas que mais preocupa a ECA é o fluxo ilícito de valores financeiros. A ECA cita um relatório que dá conta de um valor em perdas superior a US$ 800 mil milhões entre 1970 e 2008.

Outros setores

As restantes áreas de ação, de acordo com o responsável da ONU, passam pelo investimento em setores primários e secundários, áreas em que o Japão pode utilizar África como plataforma de exportação; pelo setor das novas tecnologias e oportunidades; na área da capacitação nacional de cérebros ou  nas negociações internacionais relacionadas com o ambiente.

O responsável das Nações Unidas considera que, sendo o Japão o segundo maior dador junto da ONU, o peso moral do país na comunidade internacional representa uma mais valia para o desenvolvimento do continente.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031