ONU ajuda a criar rádio independente na Serra Leoa

Directora da antiga rádio das Nações Unidas em Freetown, Sputinik Kilambi, descreveu a nova emissora como uma vitória para a paz e democracia no país; criação da nova rádio foi autorizada pelo parlamento da nação oeste-africana.

Foto: Unesco

Foto: Unesco

Guilherme Freitas, da Rádio ONU em Nova Iorque. *

A rádio estatal na Serra Leoa fundiu-se com a estação local das Nações Unidas para formar uma nova entidade. O objectivo foi criar uma emissora independente e profissional naquele país da África Ocidental.

A nova rádio foi lançada a 1 de Abril após autorização do parlamento. A directora da antiga rádio da ONU em Freetown, Sputinik Kilambi, descreveu a nova emissora como uma vitória para a paz e democracia no país.

Postura Imparcial

Ela destacou a postura independente e imparcial do novo meio de informação. Kilambi afirmou que a antiga rádio da ONU na Serra Leoa entregou os seus emissores à nova estação e formou muitos dos jornalistas que irão trabalhar para a nova rádio.

Ela pediu ainda a continuação do apoio internacional para que as Nações Unidas continuem a desempenhar um papel importante na gestão da estação emissora, pelo menos nos próximos 12 meses.

A rádio das Nações Unidas foi estabelecida na Serra Leoa há oito anos, inicialmente como parte da Missão da ONU no país, Unamsil, criada pelo Conselho de Segurança em 1999.

A missão completou o seu mandato em 2005 tendo sido substítuida pelo Escritório Integrado da ONU para a Consolidação da Paz na Serra Leoa, Uniosil.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU, em Nova Iorque.



JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031