Economia de Timor próxima de um ponto de viragem

Chefe da missão das Nações Unidas no país salientou que os desafios na nação asiática são enormes mas podem ser ultrapassados com a ajuda da comunidade internacional; Ameerah Haq disse que há claros sinais de prosperidade na capital e outras zonas urbanas.

Ameerah Haq

Ameerah Haq

Guilherme Freitas, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A economia de Timor Leste está próxima de um ponto de viragem, passando de uma fase de recuperação para o desenvolvimento.

A afirmação foi feita esta quarta-feira pela representante especial do Secretário-Geral no país, Ameerah Haq.

Petróleo

A enviada da ONU disse em Dili que a expansão económica da nação asiática não deve apenas se basear em receitas de petróleo. Ela citou a agricultura rural como uma nova opção para ajudar a economia.

A chefe da missão das Nações Unidas em Timor Leste, Unmit, salientou que os desafios do país são enormes mas podem ser ultrapassados com a ajuda da comunidade internacional. Ameerah Haq disse que há claros sinais de prosperidade na capital e outras zonas urbanas.

Para a representante especial, muito progresso tem sido feito nos últimos anos. Ele adiantou, contudo, que muito mais deve ser feito para melhorar a situação geral de Timor.

Avanços

Haq disse que o governo tem feito grandes avanços na área de estabilidade económica, com a adopção de uma gestão fiscal prudente.

A chefe da Unmit sublinhou que a assistência da comunidade internacional é vital para o país e pediu apoio para programas do sector público, principalmente para os jovens desempregados.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031