Conferência discute direitos humanos de indígenas em países nórdicos (Português Brasil)

Reunião tem a participação de James Anaya, relator especial da ONU para a situação de Direitos Humanos dos Povos Indígenas; encontro deve abordar a situação dos povos Sami, que vivem em regiões ao norte da Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia.

James Anaya

James Anaya

Guilherme Freitas, da Rádio ONU em Nova York.*



Começou nesta quarta-feira em Rovaniemi, na Finlândia, a Conferência de Representantes Indígenas e Oficiais de Países Nórdicos.

O encontro, que termina na sexta-feira, deve abordar a situação dos povos Sami, que vivem ao norte da Europa, em regiões da Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia.

Direitos Humanos

A reunião tem a participação de James Anaya, relator especial da ONU para a situação de Direitos Humanos dos Povos Indígenas, que vai avaliar as contribuições dos governos nórdicos sobre o tema.

Em declaração antes da realização da conferência, Anaya disse que o encontro será uma oportunidade importante para consultas e diálogo sobre as condições de vida dos povos indígenas da região.

Além da conferência, o relator vai participar de reuniões separadas com ONGs indígenas, representantes de governo e parlamentares Sami. Ele deve emitir um relatório sobre a situação dos direitos humanos dessa população durante o evento.

O direito à terra e a situação da educação de jovens e crianças também serão discutidos. De acordo com estimativas, existem 59 mil Samis nos quatro países, a maioria, 30 mil, vivem na Noruega.

*Apresentação: Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031